Build your own keyword analysis with our tools
SEO Report
Server Infos
Backlinks

HTML Analysis

Page Status
 

Found

Highlighted Content
Title

Aventar

Description

Keywords

H1

Aventar

H2

«PS, Partido Assassino»
A ronda negocial democrática (?) de Cavaco e dos partidos do ‘arco do poder’
Sá da Costa mandada encerrar
Enquanto os pássaros visitarem as cidades
Pede-se que a devolvam
Ó Schäuble, e se fosses à puta que te pariu?
Sucumbirá Seguro à Pressão Interna?
Nuno Melo, artesão de dilemas
Hollande revogou recessão francesa
Caso Morales, Portas que se cale!
Deriva autoritária
Quem defende as pessoas com Autismo?
Cagarrados
Isso não se faz!
Má sorte ter sido cagarra
Os tribunais como força de bloqueio
O PSD a várias vozes:
Tive um sonho como uma ilustração
Paraíso do Argumento ou Sibéria do Insulto?
Leya apela ao voto em branco
Blast from the past [expropriações Reforma Agrária]
O cúmulo da demagogia
É verão
Classe nédia: a dicção de Mira Amaral
E um Bilhete Só de Ida?
Golpe de Estado, diz Garcia Pereira

H3

H4

H5

Text Analysis

Cloud of Keywords from all content
High relevance
 

1 filed facebookgoogle tagged política comentários nacional seguro curtas governo josé democracia cavaco país adamopoulos antónio crise sarah portugal vez classe isso aos costa psd pinto hoje comentário falhanço silva presidente às vizinho ainda julho tribunal

Medium relevance
 

assim mira mário história eleições amaral boa joão barreto portas partido direitos até carlos soares gaivotas cumprimento cardoso cds bota hollande homem república político aumento nuno salvação matéria foram futuro casa morales internacional cadela nédia selvagens nogueira esperar jaime dicção leya fonseca sociedade anos mesma memorando venham segundo combate melo toda puta economia negociações censura minijobs estou autismo eleitores palavrossavrvs branco contra lisboa políticas prefere senhor partidos alguma pela andar anónimos

Low relevance
 

cumprimento cardoso cds bota hollande homem república político aumento nuno salvação matéria foram futuro casa morales internacional cadela nédia selvagens nogueira esperar jaime dicção leya fonseca sociedade anos mesma memorando venham segundo combate melo toda puta economia negociações censura minijobs estou autismo eleitores palavrossavrvs branco contra lisboa políticas prefere senhor partidos alguma pela andar anónimos gaspar alfredo conjunto horror sido próprio processo imprensa cuja democracias caso europeu famílias seria maternidade milhões pagar acordo euros carla portugueses cagarra votos romualdo entanto saramago decidir admissão suas paulo senhores autor françois partes pedir livro pressão expropriações lucidez americanos ensaio assembleia esplanadas pertence países nidificar moção causa questão ilha escolheu recessão deveria efeitos seja parece problemas repetidas frança página fazem nada escolher pássaros demagogia dias democrática convergência média tribunais portanto possível ataques noémia botas grávida grande pública compromissos desemprego outros pombas roubo regresso pariu razões amanhã ouvidos vadio vontade lhe coisa bloga depois falo primeira propósito minha históricas livrarias ameaça pedido depoimento schäuble escrito sombra descobrir rua gabriel encerramento terapia defende memória vezes salário apenas maria voto nunca lurdes rodrigues pelas afinal negocial exames conteúdo acordado iniciativa meus eleitoral aventar cultura nacional’ deputados resultado atire sapato mínimo leça ficará passado começou passos tenha primeiro-ministro noite seguinte público morsa dificuldades grave espera alguém esquerda intervenção sorte notícias alegre

Very Low relevance
 
gaspar alfredo conjunto horror sido próprio processo imprensa cuja democracias caso europeu famílias seria maternidade milhões pagar acordo euros carla portugueses cagarra votos romualdo entanto saramago decidir admissão suas paulo senhores autor françois partes pedir livro pressão expropriações lucidez americanos ensaio assembleia esplanadas pertence países nidificar moção causa questão ilha escolheu recessão deveria efeitos seja parece problemas repetidas frança página fazem nada escolher pássaros demagogia dias democrática convergência média tribunais portanto possível ataques noémia botas grávida grande pública compromissos desemprego outros pombas roubo regresso pariu razões amanhã ouvidos vadio vontade lhe coisa bloga depois falo primeira propósito minha históricas livrarias ameaça pedido depoimento schäuble escrito sombra descobrir rua gabriel encerramento terapia defende memória vezes salário apenas maria voto nunca lurdes rodrigues pelas afinal negocial exames conteúdo acordado iniciativa meus eleitoral aventar cultura nacional’ deputados resultado atire sapato mínimo leça ficará passado começou passos tenha primeiro-ministro noite seguinte público morsa dificuldades grave espera alguém esquerda intervenção sorte notícias alegre força debloqueio 18 anilhá-la fecho trava ficar colaboração prazer clube proclama ponto enfatizar argumento sibéria doinsulto gostaria confiança treinador companheiros aventadores brilho esplêndida admira afectuoso despedir coração amoroso paraíso crusoe debateu ouviram oposição ética antecipadas continuar  com plenários váriasvozes atenção verdes suspensão aquecendo-o noites frias robinson náufrago terra sonho umailustração 18 deixe  só voar repetiria garantiu grão atirou pousou lembrando-se desculpa pediu falar decidido pedindo-lhe atirasse cordial cuidadosa silenciosamente concidadão prezado lugar galerias atirar moral outra pior coitado costume ficou caísse franja nervos ostracização crato cagarrados 19 antero humor cartoon educação publicado lutar única desparasitada desinfectada ajuda sefaz cidadão fazendo atirava estrondo acordando-o deixando-lhe deitar más problema vivia enervante dado chegava calçado aconteceu descobriu piscos aníbal olhar falta preâmbulos olhinhos abriu calor aconchegada ninho chocando amorosamente jeito imaginar ave” sempre cadastro bicho indelevelmente “para ficando nela pegou colocou-lhe anilha l88327 alberto passa espécie liberdade garante director virgem sossego pensamentos sidocagarra 18 selvagem pequena criatura parque natural chefe nenhum pisara areal sequer humana éden “como madeira veio mundo” pequeno registado décadas vítimas europeia carruagem passos-portas poderão reforma ressarcidas atingirá factura português condenou indemnização viram expropriadas herdades agrária indemnizações éverão 18 ignorância crespo entrevista apanhado frase mentira tanta justiça relativas cúmulo dademagogia 18  é resultados soares o fundo verdadeiramente serão mundo democráticas representarão cidadãos nelas dramática realista supostamente interesses servir afrontar representação constitui papel meramente 1976-1978 constitucional famosa pôs propriedades ocupação pescas agricultura apelo formal marketing blast ministro reformaagrária miraamaral 18 fernando citar passo correcto afirmar precisar além devia vive esclareça espero algumas impulsivas brincar declararam fala merecedor golpe ilhas garciapereira 17 análise pereira garcia viagem termina bilhete contenção deida dariosilva pedantismo custaria impostos aumentar transforma média” “classe miga amigos conhecida trocou membro considerado conhecidas nabais explica jornalista banqueiro percebido respectivas contas assomo raro honestidade acredita recebido favores ex-ministro dinheiro anafadas bancárias mexer vão graças engordando cujos violenta escreve fanatizada imbecilizada egipto números assumidos frios numa arrisca-se indiscrição ingenuidade minhas usadas vindo aceito-o revisão-suavização advir europa demasiados portuguesa filha eleitoralismo corrupção comuns económicos pressupostos partida quaisquer riscos projectos vivo desmoralização linha lágrimas deseja declaro joaquim volume perfeitamente espartano olhe nelson inteiramente mandela talvez átila escreva substância insultos irracionais facciosos ideologizantes misturar destruição discordância demasiado viscerais rasteiros pessoais leituras debochantes merecem posts insultar agravada número domingo votaram brancos ultrapassa receoso 80% 70% capital decorre indeterminado normalidade final verifica-se contados desconfiado interrogar minar infeccioso base eliminá-lo ruptura desencadeia foco policial terão motivos votar decide operação desencadear capa forrar  pode bem-vindo vir ameaças suscitarão integridade rebaixar-me insultar-me demais pelos pós-2008 debater invés argumentar prometo acto consenso homens apela embranco 18 sobrecapa criou tréguas bandeira armamentos corrida verve estéril acenar paz revê dramatiza considerava americana américa acrescento actualidade dito constituição madison delibera legislativo próprios precisamente james razão alargado povos post’ dste termos tivesse conhecimento tido texto óbvio zona subconjunto euro soberania adenda esvaiu exerce escolhem tornar camacho longa curta fareed reproduzo brito diria pouco ‘azuis-amarelos’ interessam enxame merda moscas zakaria ensaísta representativa noção ilustra estas indirecta ideias escreveu gradiva newsweek editor international ‘o editado liberdade’ desacordo transmitida distraídos pão assustar turistas vizinhança acordar peixe roubar arrebato pratt deu histeria chamaram-lhes acusaram-nas ladras gritam fome primeiros urbanos rebates época parecia tola ambientes adaptar-se especialistas telhados explicaram tratar-se oportunista” “espécie hugo salgado” imprevisíveis proporções enjeitada compromisso terminadas revelado sujeito perdeu agenda mantenho reuniões divulgada democrático imperativo troika mandadaencerrar 19 dionísio achada-centro achada visitarem balada ascidades 19 chiado garrett manifesto comércio lido sábado livraria 21h ‘laranjas’ ‘rosas’ nalgumas mostraram propostas assassinou sereias canto conversações houve encenar entendi semana teatro engatilhado desfecho internas instabilidade reformas estudo subida subsídio social inactividade bolsas alegre… lastro restantes parasitário rançoso viu incompetente ralhado tinha aventar portugal mundo sociedade educação economia desporto ciência cultura curtas foto chegar hoje «ps partidoassassino» 19 bairro apartidário suspeitar pressentir vento início acerca autores contacto iniciativas ligações blogopedia blogometro aventarexpor arejar segurar farejar ventas ouvir «o primeiro » afinal minuto sucumbiu avozinho tutelar antecederam sacanas jamais assassino poderia inovar perfeitos diferente carroças investimento entretanto dizem-nos terminada máxima especificar relevância ‘compromisso belém rigor ultraminoritária debatido discordado cintilante proposta trata objectivos portuguesas milhares duríssima preocupar negociadores sonegados influência naturalmente consumado perseguem ‘troika chamam sufragada ignorada minoria sejam daí enganar ganhar correr gritar leite constava conforme conceito poupar salazarista impreprado dívidas saldar alto restante excepção dopoder’ 19 privilegiados promotor embora protagonistas ‘arco ronda «não nefelibata pagamos exigimos lindo renegociar arredada fosse chegará crescimento secale género comunicando teatral saiu maluquinho lacerda miséria… desenvolvimento dilema recessãofrancesa 19 revogou irrevogável demissão premonitórias filosóficas governos inventados fizerem governar declarações recorrendo colado irrevogavelmente lapa outras comédia incursões pobreza combater graduação dose temporização negativos começarem virtuosos previsões pessoal absoluto quase inaudita humildemente alude vítor surgir sobretudo cortes garantir decisivos manuel dedilemas 19 artesão declarar face adesão apoio junto troyka manter pudesse governa eles jornal prossegue derivaautoritária 19 esplendor autoritarismo coelho irrealismo aterragem proibição diplomacia existem económica hipocrisia mercosul interesse comautismo ontem tomou desgoverno palavras limito-me faltam-me transcrever familiares sentimentos filho mãe facebook fiquei revoltada zangada meias-grávidas mulher ocasiões todavia consome manha representações talento qualidade rara antecipação 04-07-2003 esta governamental facto temporão fenómeno ‘teatro burlesco’ queixa pergunto sublinho firmeza velha perante queixa” “pode estética integrado grotesco desastroso boliviano revogado peso cujo menstruada santos cuequinhas penso marca higiénico ricardo adevolvam 19 janelas vidros cidade corto pede-se maltese escapa evax higiénicos pensos fosses tepariu miniconditions miniwages menstruação matosinhos cavalo estranhem bicicleta cambalhotas palmeira saltar diárias cagadelas perigos “praga” bactérias bichas lamenta carregam alarmistas recuperam quente verão todas acepções certo palavra hipocritamente ataquem ninhos crias atrevimento querer varanda sair sofrer telhado praga mesmas exterminar saúde inquilinas levo minilives jovem quantas quantos falanges falangetas motivo nichos condescendência terna insolente exercem pornográfica capaz compaixão suscitar esperneia cisão desafio emergência colocado escrupuloso financeirista sério interna promotores sonsa cómica recente politico-partidária rato refresquemos fumegar extinto tutelares figuras… exemplos inteira teta longe esmagado filhote dignidade redução precário sucumbirá cuidado pressãointerna generosa repare-se regime patéticos antenas passentas avultam rádios microfones fácil espéctáculo triste figuras figurões acesso forças

Highlighted Content Analysis

Cloud of Keywords from all content
High relevance
 

Medium relevance
 

Low relevance
 

aventar

Very Low relevance
 
aventar sonho váriasvozes psd umailustração paraíso sibéria argumento debloqueio tribunais isso cagarrados comautismo sefaz sorte doinsulto sidocagarra força leya dicção nédia classe miraamaral bilhete garciapereira golpe deida éverão dademagogia embranco voto apela blast expropriações cúmulo reformaagrária defende derivaautoritária mandadaencerrar costa pássaros visitarem pede-se ascidades dopoder’ ‘arco ronda partidoassassino» «ps negocial democrática partidos cavaco adevolvam schäuble revogou hollande dedilemas recessãofrancesa caso portas morales artesão melo tepariu puta fosses sucumbirá seguro nuno pressãointerna secale